Alexandre Avelino é o novo diretor de gestão do Inep

Alexandre Avelino é o novo diretor de gestão do Inep

Alexandre Avelino é o novo diretor de gestão do Inep – Foto: Divulgação Inep

Diretoria de Gestão e Planejamento (DGP) do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) tem novo diretor. Alexandre Avelino Pereira foi nomeado em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última terça-feira, 11 de maio. Na carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG), a trajetória profissional do novo gestor é marcada pela atuação com planejamento, orçamento e finanças públicas. Alexandre é graduado em Relações Internacionais, pela Universidade de Brasília (UnB); especialista em Direitos Humanos e Assistência a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e mestrando em Administração Pública, com ênfase em Finanças Públicas, pela Cornell University, dos Estados Unidos.

O novo diretor atua no serviço público federal desde 1996 e é servidor efetivo desde 2006. Antes de assumir o cargo no Inep, Alexandre Avelino atuava, desde 2016, como coordenador-geral de Orçamento, Finanças e Contabilidade na Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Entre outras atribuições, o gestor foi idealizador, programador e implementador do painel de execução orçamentária e financeira do órgão.

Antes, como coordenador-geral de Planejamento e Orçamento e coordenador-geral de Execução Orçamentária da Presidência da República, foi responsável pela elaboração anual das propostas orçamentárias, relatórios de gestão ao TCU, revisão, monitoramento e avaliação dos planos plurianuais. Também conduziu o processo de equipagem dos conselhos tutelares, nos quais foram conduzidos processos de compras nacionais para montagem dos kits, com a utilização de emendas parlamentares. Foi também corresponsável no processo de reestruturação institucional de cargos e funções da Secretaria de Direitos Humanos.

Alexandre Avelino Pereira tem ainda, em sua trajetória profissional, passagem pelo então Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e pelo Ministério da Justiça, onde, já na carreira de EPPGG, foi responsável pelo planejamento e a execução orçamentária do Sistema Nacional de Proteção a Testemunhas e organizador e compilador do Manual do Agente Executor do Sistema Nacional de Proteção a Testemunhas.

Perspectivas – Para a nova função que passa a exercer a partir desta terça-feira, como diretor de Gestão e Planejamento do Inep, Alexandre Avelino reconhece que serão muitos os desafios, mas reforça estar convicto de que terá muito a contribuir. “Dou um passo muito importante na minha carreira assumindo a gestão de uma área de tamanha relevância para o Inep. Minha missão aqui é dar todo o suporte para a presidência do Inep levar ao Ministério da Educação os subsídios necessários para a melhor condução dos processos”, enfatizou o novo diretor.

Competências – A DGP é um dos órgãos seccionais na estrutura do Inep. É sua competência planejar, coordenar, orientar e controlar a execução das atividades relacionadas aos sistemas federais de planejamento e de orçamento, de administração financeira, de contabilidade, de organização e modernização administrativa, de recursos humanos e de serviços gerais. Outras competências da DGP são planejar e promover a realização de programas e projetos com vistas ao desenvolvimento profissional, à melhoria da qualidade de vida e à valorização dos servidores; e planejar, coordenar e acompanhar a execução das atividades inerentes à gestão de aquisições, patrimônio e almoxarifado do Inep.

Pelo Regimento Interno do Inep, a DGP ainda é responsável por coordenar, supervisionar e acompanhar a execução das atividades de prestação e tomada de contas dos recursos transferidos pelo Inep; articular com agentes internos e externos a viabilização orçamentária e financeira das ações educacionais e dos investimentos estratégicos do Inep; coordenar e acompanhar a elaboração da tomada e da prestação de contas anual do Inep, na forma e no prazo estabelecidos em lei; e operacionalizar a logística, padronizar os procedimentos, dar suporte aos processos e realizar as atividades de monitoramento e a capacitação dos recursos humanos envolvidos na aplicação dos instrumentos de avaliação do Inep.

Mudanças – A presidência do Inep reconhece e torna público seu agradecimento à contribuição de Murillo Gameiro ao Inep, que conduziu a DGP com responsabilidade e competência desde junho de 2019.

Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações do INEP

Redação

Read Previous

Ministro da Educação participa da inauguração do Prédio 28 da UFSM

Read Next

Após pedidos de prisão, CPI encaminha depoimento de Wajngarten ao Ministério Público