Paulo Guedes garante que “Bancos públicos vão corrigir mercado de crédito”

Publicado em jan 8 2019 - 8:12am por William Camargo

Empossados nesta segunda-feira (7), os presidentes de bancos públicos terão a missão de reduzir distorções no mercado de crédito brasileiro e equilibrar os juros cobrados pelas instituições financeiras. A afirmação é do ministro da Economia, Paulo Guedes, que participou da cerimônia no Palácio do Planalto.

Segundo Guedes, intervenções feitas por governos passados nos bancos públicos contribuíram para deixar o crédito mais barato para grandes empresas e mais caro para o restante da população, o que deverá ser corrigido a partir da nova gestão.

“O dirigismo econômico, tenho dito, corrompeu a política brasileira e travou o crescimento econômico. O mercado de crédito, também estatizado, sofreu intervenções que foram danosas ao País”, afirmou. “Existe dinheiro barato que está sendo desvirtuado de um lado e um muito caro do outro lado… esse tipo de distorção é que essa equipe vai mexer”, resumiu.

Guedes deu posse, em cerimônia no Palácio do Planalto, aos presidentes Rubem Novaes (Banco do Brasil), Joaquim Levy (BNDES) e Pedro Guimarães (Caixa Econômica Federal).

Paulo Guedes garante que “Bancos públicos vão corrigir mercado de crédito”

O ministro da Economia destacou ainda a capacidade desses bancos em fazer a girar a economia diante uma boa gestão dos recursos e também da importância de programas sociais financiados por essas instituições.

Do Palácio do Planalto
Foto: Alan Santos/PR
Edição final: William Camargo/Folha Paulistana