Mulher invade sede do Youtube atira em três pessoas e se mata em seguida
Mundo Notícias Principais

Mulher invade sede do Youtube atira em três pessoas e se mata em seguida

Uma mulher invadiu e disparou tiros na sede do YouTube, em San Bruno, na Califórnia, nesta terça-feira (3). A mulher foi identificada como pela polícia como Nasim Najafi Aghdam (39) e era moradora de San Diego. Segundo informações da polícia norte-americana, três pessoas foram baleadas. Também, em meio ao tumulto uma quarta pessoa se machucou, torcendo o tornozelo quando tentava fugir dos disparos. Segundo a rede de televisão CNN, após efetuar os disparos a mulher se matou.

A Motivação do Ataque

Apesar de ainda não estar totalmente esclarecida a motivação para o ataque contra a sede do Youtube nos Estados Unidos, informações são conflitantes sobre a possibilidade de a mulher conhecer ou não as pessoas atingidas. A CNN ouviu duas pessoas que disseram que a atiradora conhecia ao menos uma das três vítimas dos disparos. No entanto a policia de San Bruno não confirma tais afirmações.

Segundo o jornal “Los Angeles Times”, uma fonte judicial afirmou que a polícia está investigando um website em que Nasim Najafi Aghdam, reclamava de uma medida do Youtube que estaria restringindo e suprimindo vídeos de sua autoria. Ainda segundo informações, tais vídeos hospedados na plataforma audiovisual Youtube, teria sido o motivo para os disparos, pois Nasim Najafi Aghdam, entendia que estava deixando de ganhar dinheiro com seus vídeos.

Segundo a EFE, em seu site, Nasim Najafi Aghdam, dizia que “O YouTube filtrou meus canais para evitar que consigam visualizações!”. Nos vídeos aparecem diferentes fotografias e vídeos, bem como como várias mensagens em favor do veganismo. Ontem mesmo a página foi desativada.

Um usuário do Twitter, que havia se identificado como funcionário do Youtube, nesta terça-feira (3) por volta das 17 horas (horário de Brasília), realizou a publicaçnao de uma mensagem que relatava o atentado contra a sede do Youtube, na Cherry Avenue. Somente neste local, há mais de 1.700 trabalhadores.

Assim que o ataque aconteceu, a polícia de San Bruno foi acionada e chegou rapidamente no local, e as pessoas que estavam na sede do Youtube tiveram que sair de mãos para o alto. Logo depois foi esclarecido o acontecido e que haviam três vítimas feridas com com os disparos com arma de fogo pela mulher Nasim Najafi Aghdam. Uma quarta pessoa feriu o tornozelo ao tentar fugir dos tiros.

Por William Camargo/Folha Paulistana
Com informações de Agências de Notícias Internacionais