Scroll to Top

Folha Paulistana Online

#

Cristiano Ronaldo marca golaço de bicicleta e torcedores da Juventus o aplaudem

O campeão da Europa voltou a impor a sua lei, desta vez no Juventus Stadium, dando um passo de gigante rumo ao apuramento para as meias-finais da Champions frente ao último finalista da competição. Dois golos de Cristiano Ronaldo, o segundo num pontapé de bicicleta espectacular que ficará na história da competição, outro de Marcelo e o incansável trabalho colectivo de toda a equipa foram decisivos para derrotar um adversário que apenas tinha perdido um dos últimos 74 jogos em casa.

O Real Madrid adiantou-se aos três minutos. Marcelo inventou um belo passe no espaço para Isco, que de pé esquerdo assistiu e Cristiano Ronaldo antecipou-se aos defesas e meteu a biqueira da bota o suficiente para bater Buffon. O português marcou nos 6 jogos em que defrontou a Juventus.

Kroos à trave
O campeão da Europa já estava em vantagem e agora tocava-lhe responder ao finalista de Cardiff. Dybala marcou um livre aos 23’ e Higuaín rematou na pequena área, mas teve como resposta uma magnífica intervenção de Keylor Navas. Dez minutos depois foi De Sciglio quem tentou. O seu cruzamento atravessou a área sem que ninguém acorresse a rematar. O encontro estava a ser de parada e resposta e do possível 1-1 podia ter-se passao para o 0-2 aos 36′. Kroos, de primeira, engatou um remate seco e potente que bateu Buffon mas acabou por embater de forma violenta na barra.
A segunda parte começou de forma igualmente empolgante e, tal como sucedeu no início do encontro, a primeira ocasião foi para Cristiano Ronaldo. O seu remate cruzado, aos 50′, saiu a escassos centímetros da baliza dos da casa. A Juventus não queria ficar atrás e num livre de Dybala a bola desviou na barreira e quase surpreendeu Keylor Navas, aos 56′.

Golo de Ronaldo para a história
O encontro parecia levar o rumo desejado pelos anfitriões, em busca do empate, mas então apareceu o melhor jogador do Mundo a calar o Juventus Stadium. Carvajal deu seguimento a uma jogada em que Buffon tinha brilhado após remate de Lucas Vázquez de pé esquerdo e o seu cruzamento foi aproveitado por Cristiano Ronaldo para bisar num espectacular pontapé de bicicleta. Os aplausos que o seu golaço arrancou entre os adeptos da Juventus falam por si quanto à categoria do golo.

Marcelo fechou o recital
O encontro tornou-se ainda mais favorável após a expulsão de Dybala aos 66′ por duplo amarelo e o Madrid fechou a goleada com um belo tento de Marcelo aos 72’. O brasileiro combinou com Cristiano Ronaldo e inventou um elegante chapéu para ultrapassar Buffon e, depois, rematar à vontade sobre a linha de golo. Foi o melhor epílogo para um jogo notável do campeão europeu, que até podia ter aumentado a vantagem num mano a mano entre Cristiano Ronaldo e Buffon aos 85 e, três minutos depois, num remate de Kovacic da zona frontal que embateu na trave.

CRÓNICA | 03/04/2018 | ALBERTO NAVARRO | FONTE: REAL MADRI SITE OFICIAL PT PORTUGAL
Edição final: William Camargo/Folha Paulistana