Scroll to Top

Juiz Sérgio Moro condena José Dirceu a 11 anos e oito meses de prisão na Lava Jato

By Redação / Published on quarta-feira, 08 mar 2017 20:35 PM / No Comments / 13 views

Nesta quarta-feira 8 de março, o ex-ministro José Dirceu foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 11 anos e oito meses de prisão. Essa já é a segunda condenação de José Dirceu, desde que se iniciou a Operação Lava a Jato.

Entre as condenações de José Dirceu, figuram os crimes de lavagem de dinheiro, bem como corrupção. Ainda, de acordo com as investigações, o grupo político representado por José Dirceu, recebeu propina no valor de mais de R$ 7 milhões, da empresa Apolo Tubulars. O grupo político era representado pelo ex-ministro do Governo Lula e o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, também foi condenado.

O apontamento existente mostrou que os pagamentos existentes, foi em troca de um contrato da Petrobras e foram realizados entre os anos de 2009 e 2012, sendo que José Dirceu teria ficado com parte da propina.

José Dirceu que está preso na região de Curitiba e que já havia sido condenado em outra ação da Lava Jato, em mais 20 anos de prisão. Já o irmão do ex-ministro José Dirceu, Luiz Eduardo de Oliveira, foi condenado a dez anos de prisão.

Entre as condenações de José Dirceu, figuram os crimes de lavagem de dinheiro, bem como corrupção. Ainda, de acordo com as investigações, o grupo político representado por José Dirceu, recebeu propina no valor de mais de R$ 7 milhões, da empresa Apolo Tubulars. O grupo político era representado pelo ex-ministro do Governo Lula e o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, também foi condenado.
Juiz Sérgio Moro condena José Dirceu a 11 anos e oito meses de prisão na Lava Jato – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Além de Dirceu, seu irmão Luiz Eduardo e o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, também foram condenados os empresários Flávio Henrique Macedo e Eduardo Meira. A investigação apontou que ambos ajudaram a lavar o dinheiro da propina.

Foram absolvidos por falta de provas pelo juiz Sérgio Moro os executivos da Apolo Tubulars, Paulo Cesar Palhares e Carlos Eduardo Batista. O juiz Sérgio Moro confiscou na sentença, mais de R$ 1.000.000,00 (Hum milhão de reais). Este dinheiro estava nas contas dos condenados pelo magistrado, e a quantia vai voltar para a Petrobras.

Segundo informações das agências de notícias, haverá sim um pronunciamento dos advogados tanto do ex-ministro José Dirceu, quanto de Luiz Eduardo de Oliveira. Porém, tal manifestação em público [por a imprensa], deverá ocorrer somente depois dos advogados de defesa analisarem de forma minuciosa a condenação.

Juiz Sérgio Moro condena José Dirceu  a 11 anos e oito meses de prisão na Lava Jato

Já o advogado de Flávio Henrique já se pronunciou e disse que vai recorrer da sentença.

Por William Camargo/Folha Paulistana