Scroll to Top

Seleção Brasileira – Tite comanda treino longo na Arena Amazônia

Por William Camargo / Publicado segunda-feira, 05 set 2016 10:29 AM /

Conteúdo do site Oficial da CBF: Todo mundo sabe que seleção, em qualquer país do mundo, tem pouco tempo para treinar. E no início de um trabalho, qualquer minuto a mais pode fazer a diferença. Foi o que aconteceu neste domingo na Seleção Brasileira. Tite e sua comissão técnica comandaram um longo treino tático na Arena da Amazônia. Tem motivo.

– Os dois primeiros dias após uma partida são complicados de dar uma carga maior de trabalho por conta da recuperação. Por isso, hoje (domingo), que ainda não é a véspera do próximo jogo, era o dia ideal para um treinamento maior. Ele precisa aproveitar o tempo que puder para passar aquilo que quer da equipe – explicou Renato Augusto, acostumado com Tite desde os tempos de Corinthians.

De cara, após o aquecimento, Tite coordenou um trabalho tático daqueles tradicionais. Duas equipes escaladas, campo praticamente em seu tamanho normal e bola rolando. A todo instante, o técnico orientava e parecia até que ia jogar junto com seus jogadores, tamanha a proximidade com que acompanhava as jogadas.

Seleção Brasileira - Tite comanda treino longo na Arena Amazônia
Seleção Brasileira – Tite comanda treino longo na Arena Amazônia – Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Depois, aí com o time dividido, Tite ficou com um grupo trabalhando a bola parada. Do outro lado era Sylvinho que extraía ao máximo o restante do grupo, com lances de cruzamento e finalizações.

No fim, ainda deu tempo para uma brincadeira em forma de treinamento. Taffarel e seus goleiros desafiaram os atacantes em finalizações. O preparador mandava a bola com força, o jogador de linha tinha de dominar e bater direto. Dois toques no máximo. Os goleiros levaram a melhor nas três séries.

– Hoje eles tiveram sorte. Também, com a qualidade deles, fica mais difícil. Não sei nem se vou ter forças para levantar o prato depois de tanta flexão que paguei – brincou Gabriel Jesus, um dos jogadores que participou do exercício.

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF
Edição final: William Camargo/Folha Paulistana