Scroll to Top

Santana de Parnaíba – Quebra de sigilo aponta de onde partiram as postagens fakes – Jornal da Band

By REDAÇÃO FOLHA PAULISTANA / Published on terça-feira, 30 ago 2016 10:33 AM / No Comments / 10 views
Santana de Parnaíba - Quebra de sigilo aponta de onde partiram as postagens fakes - Jornal da Band
Santana de Parnaíba – Quebra de sigilo aponta de onde partiram as postagens fakes – Jornal da Band – Reprodução

Santana de Parnaíba, cidade localizada na Região Oeste da Grande São Paulo virou mais uma vez notícia na TV, no jornal da Band desta segunda-feira (29). Desta vez não foi por causa do Antigomobilismo, do Tapete de Corpus Christi e muito menos por ser uma das cidades mais antigas e com maior patrimônio histórico do estado.

Com a quebra de sigilo telefônico e de IPs, segundo informou o jornal da Band, os ataques partiram dos prédios e repartições públicas, entre elas o próprio prédio da Prefeitura de Santana de Parnaíba. Agora o Ministério Público investiga os autores, sendo que os mesmos deverão ser responsabilizados civil e criminalmente pelo ato.

São muitas as pessoas que se sentiram prejudicadas por tais atos criminosos cibernéticos cometidos da forma mais covarde possível, pois tratam-se de perfis do Facebook falsos (Fakes).

O oficial da Reserva do Exército, que mora em e ex-comandante da Gurda Municipal de  Santana de Parnaíba, Mário José de Souza, foi alvo de uma dessas calúnias, quando compartilharam nas redes sociais que ele havia espancado a mulher, colocando sua foto ao lado de uma apresentadora de TV Saudita que sofreu violência doméstica em 2004, indicando claramente que o oficial do exército não cometeu tal crime, mas prejudicou o mesmo.

Outro prejudicado, segundo informou o Jornal da Band, exibido nesta segunda-feira (29), é o jornalista José Carlos Cintra. O mesmo explicou à reportagem do telejornal, ao mostrar pelo menos três postagens. Na primeira ele é chamado de corrupto, na segundo ele é difamado como sendo estelionatário e em uma terceira o acusam de traficante.

Ainda segundo o Jornal da Band, os ataques são de perfis falsos e também partem de uma página de um jornal fake, intitulado de “Folha Parnaibana”.

Uma investigação que corre sob segredo de justiça, foi aberta depois que o foram postadas mensagens ofensivas contra a Ministra Laurita Vaz que assume esta semana o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Qualquer um que publica ou mesmo compartilha posts e mensagens desse tipo, podem ser responsabilizados pelos crimes de calúnia, injúria e difamação.

Confira a reportagem do Jornal da Band aqui

Por William Camargo/Folha Paulistana
Com informações da Band