Scroll to Top

Brasil vs Equador – Empate injusto para os equatorianos; Gol legítimo é anulado

By REDAÇÃO FOLHA PAULISTANA / Published on domingo, 05 jun 2016 09:18 AM / No Comments / 76 views

O Brasil estreou na Copa América Centenário 2016, contra o Equador, neste sábado (4) às 23h30 (horário de Brasília), no estádio Rose Bowl, na Califórnia (EUA). O Árbitro da partida anulou erroneamente um com contra o Brasil, que acabou sendo beneficiado e saiu do palco do Tetra com o magro empate em 0 a 0. Muitas chances por parte da Seleção Brasileira foram desperdiçadas, que fez o técnico Dunga, ao final do jogo, afirmar que a Seleção do Brasil precisa melhorar e muito nas conclusões das jogadas. O próximo jogo do Brasil será na quarta-feira (8), às 20h30, quando enfrenta o Haiti no Florida Citrus Bowl, também nos Estados Unidos.

Neymar que não disputa a Copa América Centenário 2016, ficou como espectador e ainda acabou recebendo cumprimentos de Justin Bieber

Brasil vs Equador - Empate injusto para os equatorianos; Gol legítimo é anulado
Brasil vs Equador – Empate injusto para os equatorianos; Gol legítimo é anulado – Foto: Rafael Ribeiro/CBF
Brasil vs Equador - Empate injusto para os equatorianos; Gol legítimo é anulado
Brasil vs Equador – Empate injusto para os equatorianos; Gol legítimo é anulado – Foto: Rafael Ribeiro/CBF
Brasil vs Equador - Empate injusto para os equatorianos; Gol legítimo é anulado
Brasil vs Equador – Empate injusto para os equatorianos; Gol legítimo é anulado – Foto: Rafael Ribeiro/CBF
Neymar esteve presente no jogo do Brasil e presenciou a ineficiência em marcar gols da Seleção Brasileira.
Neymar esteve presente no jogo do Brasil e presenciou a ineficiência em marcar gols da Seleção Brasileira – Foto Rafael Ribeiro/CBF

A jogada crucial que definiu o placar do jogo: Aos 20 minutos do segundo tempo, Bolaños cruza a bola da linha de fundo pela esquerda, Allisson se atrapalha, a bola bate no peito do goleiro brasileiro entra no gol. O bandeirinha já havia levantado seu instrumento de trabalho, alegando que a bola saiu totalmente pela linha de fundo, anulando desta forma um gol legítimo para o Equador, que ficou no prejuízo, devido ao erro do juiz. Se não fosse isso, o Brasil teria estreado com uma derrota no palco em que conseguiu sua maior glória na década de 90, quando Dunga ergueu a taça de Tetra campeão Mundial, na Copa do Mundo dos EUA.

Escalação do Brasil do Brasil: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Gil, Filipe Luís, Casemiro, Elias (Lucas Lima), Renato Augusto, Willian (Lucas Moura), Philippe Coutinho, Jonas (Gabriel).

Escalando do Equador: Dreer, Paredes, Achilier, Arturo Mina, Walter Ayoví, Gruezo, Novoa, Antonio Valencia, (Jefferson Montero (Fidel Martínez), Miller Bolaños (Gaibor) e Enner Valencia (Jaime Ayoví).

Árbitro: Julio Bascuñán (Chile)
Assistentes: Carlos Astroza e Christian Schiemann (ambos do Chile)
Público: 53.158
Cartões amarelos: Casemiro, Elias, Gil (Brasil); Paredes, Enner Valencia, Jaime Ayoví (Equador)

Local: Estádio Rose Bowl, em Pasadena, nos Estados Unidos
Data: Sábado, 4 de junho de 2016

Por William Camargo/Folha Paulistana
Fotos: Rafael Ribeiro/CBF